Cartas e Cartazes nº 02: SBT transmite Prêmio Nobel (22/01/1989)

Por José Eustáquio Lopes de Faria Júnior (@juniorpitangui)

Depois de uma fase bastante popularesca nos seus primeiros anos de existência (capitaneado por O Povo na TV, em especial), a segunda metade da década de 80 ficou marcada pela tentativa do SBT buscar um novo público, com programas mais bem elaborados e transmissão de grandes eventos. Nessa nova fase, ficaram célebres as contratações de Jô Soares e Carlos Alberto de Nóbrega, bastante repercutidas na imprensa.

No tocante aos eventos, o SBT que já vinha transmitindo concursos de beleza (Miss Brasil e afins) desde 1982, passou também a transmitir especiais musicais e também documentários sobre celebridades. Para alcançar um novo público, o SBT “apelou”: em 1988, transmitiu um show de ópera com Luciano Pavarotti e, em 1989, tema de nosso comentário de hoje, a cerimônia do Prêmio Nobel, gravação esta realizada em Oslo (Noruega) e Estocolmo (Suécia), em 10 de dezembro de 1988.

Produzido e distribuído mundialmente pela IMG, da Inglaterra, o especial trazia a presença de pessoas notáveis das áreas da Física, Química, Economia, Medicina e Literatura, além do Nobel da Paz, talvez a mais famosa das honrarias. Destaque ainda para a execução de “Feuerfest Polka”, de Josef Strauss, pela Filarmônica de Estocolmo, abrilhantando o evento.

O SBT, claro, no anúncio, não poderia deixar de tentar deixar o programa mais atrativo para o público acostumado às premiações da emissora. Assim, estampou em letras garrafais: “Amanhã o SBT apresenta o Troféu Imprensa da Suécia”, em referência a estatueta destinadas às pessoas do meio artístico e televisivo no Brasil e exibido anualmente pelo SBT. Detalhe para a bela sacada no anúncio, abreviando o nome Silvio Santos nos moldes europeus: “(...) o Prêmio de A. Nobel na televisão de S. Santos”.

O slogan presente no anúncio “liderança cada vez mais absoluta do segundo lugar” era uma variação do “liderança absoluta do segundo lugar” e ficaram famosos entre 1988 e 1990, especialmente. A dubiedade entre liderança e segunda colocação chamou a atenção e com certeza é um dos slogans mais lembrados da história do SBT.

Exibido no dia 23 de janeiro de 1989, a cerimônia do Prêmio Nobel, no SBT, ocupou o horário das 22h30, logo após o Veja o Gordo, com Jô Soares. Esta foi a primeira vez que o Prêmio Nobel foi exibido na íntegra na televisão brasileira. Antes, a TV Manchete, em 1987, havia exibido trechos da premiação.

O que achou do anúncio de hoje? Gostou? Comente e envie também o seu anúncio antigo do SBT através do contato@sbtpedia.com.br. Vamos fazer o maior levantamento de anúncios da história do SBT.

Perdeu o Cartas e Cartazes de estreia? Leia aqui!

# Parceiros


#Facebook: SBTpedia

#Twitter