De Frente com Gabi: Roberto Cabrini é o entrevistado deste domingo

No "De Frente Com Gabi" deste domingo, 03 de junho, Marília Gabriela entrevista Roberto Cabrini. Jornalista reconhecido, premiado e ousado, Cabrini se tornou um exemplo de profissional completo e, aos 51 anos, quase 32 de carreira, já foi correspondente internacional, cobriu guerras, copas do mundo e jogos olímpicos. Cabrini, no entanto, se especializou em reportagens investigativas e vem ao programa para falar sobre suas grandes histórias e os maiores casos que já investigou, além de sua vida pessoal e sua história.

Confira as melhores frases da entrevista:
  • O jornalismo só tem sentido se ele servir para aperfeiçoar a sociedade como um todo.
  • Respeito religiões, acho que elas trazem pricípios para a humanidade.
  • O jornalismo investigativo traz riscos, ameaças, intimidações. Isso já faz parte da minha rotina.
  • Eu encaro as ameaças com naturalidade, porque significam que estou diante de uma grande matéria.
  • Se não estou trabalhando, sou um cara pacato e tímido. Em casa sou outra pessoa, brinco o tempo todo, faço piadas.
  • Em uma (cobertura de) guerra, já tomei água onde os cavalos tomavam. Ali você descobre a solidariedade e as piores atrocidades que um ser humano é capaz de cometer por poder.
  • Eu recebo pelo menos de 10 a 20 denúncias por dia.
  • Minha psicanálise é a reportagem.
  • Eu não tenho dúvida de que se tratou de uma queima de arquivo (caso PC Farias).
  • Eu estou convencido de que o Senna morreu na pista, não no hospital.
  • Nunca vi um esportista com carisma maior que ele. (Ayrton Senna)

DE FRENTE COM GABI
Neste domingo, às 00h15

# Parceiros


#Facebook: SBTpedia

#Twitter