Entrevista SBTpedia: Fabiano Wicher, diretor do Programa Silvio Santos

Ter a missão de dirigir o maior apresentador do Brasil. E se não bastasse, um apresentador que tem no improviso sua maior arma para comandar um programa de auditório. Esse é o desafio que o diretor Fabiano Wicher vem enfrentando desde 2009, quando assumiu a função de diretor-geral do Programa Silvio Santos e substituiu Roberto Manzoni (Magrão), que foi para o Domingo Legal. Em entrevista exclusiva para o SBTpedia, Fabiano relembra sua trajetória na emissora, comenta sobre a atração dominical de Silvio Santos e como vê o atual momento do SBT. Confira a entrevista na íntegra:

SBTpedia: Wicher, primeiramente conte para o pessoal do nosso site como você iniciou sua carreira na televisão e quais são os principais desafios para trabalhar na área?
Fabiano Wicher: Comecei minha carreira na televisão em 1998, aqui mesmo no SBT, no Programa do Ratinho, como estagiário. Tinha como principal função ler cartas e atender telefonemas, para filtrar casos para o programa. Posteriormente comecei a sair para a rua para buscar os casos, convencer os envolvidos e trazê-los para o palco do programa. Depois de 8 meses fui chamado para integrar a produção do Silvio Santos, onde estou até hoje. Acredito que o principal desafio da área é se manter nela, pois muitos dos colegas que fizeram faculdade comigo não trabalham no meio. É um mercado muito pequeno e espero que, com o crescimento da TV a cabo, isso se modifique um pouco.

SBTpedia: Os domingos sempre foram o maior símbolo do SBT. É ali que o SBT sempre concentrou esforços para ter uma grade competitiva e com grandes apresentadores no ar. E isso muito deve à histórica ligação de Silvio Santos com esse dia da semana, que acabou virando o de maior concorrência na TV. Para você, até que ponto Silvio Santos influenciou a TV brasileira, especialmente no tocante à valorização dominical?
Fabiano Wicher: O Silvio Santos é o maior animador do Brasil! Quem não quer ter um domingo animado, descontraído e de muita diversão? Foi isso que o SBT introduziu na televisão brasileira e o telespectador aceitou muito bem. Com o sucesso de seus programas é natural que as outras emissoras focassem sua programação dominical em programas de auditório, onde é possível ter uma variedade de quadros sem se preocupar com um formato definido.

Fabiano Wicher (à direita), ao lado de Fernando Pelégio, Marcelo Parada, Leonor Corrêa e Ricardo Mantoanelli

SBTpedia: Assistindo ao Programa Silvio Santos é possível ver resquícios fortes do Qual é a Música, Topa Tudo por Dinheiro, Hot Hot Hot e Show de Calouros. Acredita que essa junção de formatos do passado é o melhor caminho para Silvio Santos ou acha que é possível inovar e trazer elementos novos para um programa tão tradicional?
Fabiano Wicher: Sem dúvida nenhuma todos esses programas de sucesso que você citou são os pilares do Programa Silvio Santos de hoje. Será que existe um formato que o Silvio não tenha feito? Acho difícil. O que existe hoje são variações de programas do passado. As últimas grandes novidades foram as “Olimpíadas do Faustão”, os games de perguntas e respostas, valendo um prêmio alto em dinheiro, como foi o “Show do Milhão”; e os Realitys Shows, como a “Casa dos Artistas” e o “Big Brother”. Vivemos um período sem grandes novidades. Mas independente disso estamos constantemente procurando novas atrações para o programa. O telespectador tem que ser surpreendido à cada programa. Sem é claro sair dos trilhos de uma atração tradicional, como você mesmo disse. É admirável a curiosidade e a inquietação que o Silvio tem em relação a novas tecnologias e a novos formatos.

SBTpedia: Em abril de 2010 estreou no Programa Silvio Santos o "Nada Além de um Minuto", formato comprado que rapidamente agradou e permanece até hoje na atração. SBTpedia: Vocês pensam em buscar outros games de fora em breve e inseri-los dentro da atração do SBT?
Fabiano Wicher: O “Nada Além de 1 Minuto” é um formato da Sony que o SBT comprou e fez muito sucesso! Nos dois primeiros anos de exibição ele encerrava o programa com altos índices de audiência. Com certeza é um formato inovador, pois trata-se de um game sem perguntas e respostas, com provas que usam materiais caseiros e que o telespectador pode se divertir em casa. A criatividade das provas é o grande diferencial do formato. Estamos sempre atentos em novos games para o programa, mas o “Nada Além de 1 Minuto” ainda atinge audiências expressivas quando é exibido.

SBTpedia: Não faz muito tempo e o SBT levou ao ar uma câmera escondida com a Christina Rocha inédita. Outras, como a da Flor se tornaram verdadeiros clássicos da TV brasileira. Pensam em reeditar câmeras escondidas com os famosos "cúmplices" em breve no Programa Silvio Santos?
Fabiano Wicher: Por enquanto estamos concentrados em “Câmeras Escondidas” com uma produção mais bem elaborada, tipo “A menina Fantasma” que fez muito sucesso! Este formato agrada os jovens que incrementam nossa audiência nos fins de noite.

SBTpedia: Como é a relação do Silvio Santos com o Ibope? Ele se preocupa?
Fabiano Wicher: Claro! Todo artista se preocupa se está sendo visto ou não.

 Fabiano Wicher (à direita) ao lado de Patrícia Abravanel na gravação de mais um "Patrícia Tá na Rua"

SBTpedia: O Programa Silvio Santos também conta com mais dois diretores, Hélio Chiari e Luiz Bento. Como é feita a divisão de trabalhos?
Fabiano Wicher: O Hélio Chiari foi diretor do “Topa Tudo por Dinheiro” por muitos anos e hoje ele é responsável pelas “Câmeras Escondidas” e as “Gincanas” do parque aquático. O Luiz Bento se aposentou no ano passado, mas ele foi diretor do “Qual é a Música” e me ajudava nos quadros musicais do programa.

SBTpedia: O Jogo dos Pontinhos costuma ser um dos pontos altos da atração de todos os domingos. Mesmo com alteração no elenco do quadro ao longo dos anos, o quadro continua sendo pura diversão. A que você credita esse sucesso?
Fabiano Wicher: Ali é o stand up do Silvio Santos! Hoje contamos com o incremento da filha dele, a Patrícia, que chegou para animar o próprio Silvio e os outros colegas. É uma fórmula perfeita para terminar o domingo! Puro entretenimento para ir dormir relaxado e começar a semana no dia seguinte.

SBTpedia: Você trabalha no SBT há muito tempo. Quais são as principais lembranças que você guarda do SBT de antes?
Fabiano Wicher: Olha nunca parei pra pensar em como era o SBT no passado. Mas o que mais me recordo agora é que desde o começo eu sempre me imaginei dirigindo o programa do Silvio e essa imaginação se concretizou com muito trabalho e dedicação.

SBTpedia: E como você enxerga a emissora hoje?
Fabiano Wicher: Hoje a emissora tem como principal objetivo se concretizar na vice liderança. Estamos caminhando para isso com o fortalecimento do núcleo de novelas, com a exibição de Carrossel e Chiquititas. O jornalismo também se encontra em evolução na programação atual do SBT. Os programas da linha de show sempre foram o forte da emissora e continuamos investindo neles. Com a consolidação desses três gêneros estaremos em busca cada vez mais do segundo lugar.

# Parceiros


#Facebook: SBTpedia

#Twitter