Entrevista SBTpedia: Jéssica Esteves, ex-apresentadora do Bom Dia e Cia


Afastada da televisão desde 2006, Jéssica Esteves, ex-apresentadora do Bom dia e Cia no SBT, reapareceu na mídia recentemente e almeja retornar à carreira artística. Recém formada em Jornalismo, ela nos conta agora detalhes da sua carreira, bem como os motivos que a levaram ficar afastada da televisão e, principalmente, quais são os seus planos futuros. 

SBTpedia: Primeiramente, quando e como foi o seu primeiro contato com a televisão?
Jéssica Esteves: Eu ingressei na carreira artística aos 3 anos de idade, fiz muitos comerciais, desfiles, campanhas fotográficas, participações em programas como atriz (Pequenos Brilhantes (SBT) , Bom Dia & Cia (SBT - Com Eliana), Bom dia & Cia (SBT - Com Jackeline Petkovic), Vinheta de Natal SBT (2001), Retrato Falado (GLOBO), Programa Sandy & Junior (GLOBO), entre outros). Segui com curso de teatro, aula de canto e dança e aos 10 anos recebi a oportunidade de entrar para o grupo musical infantil “Turma DÓ RÉ MI”.

SBTpedia: Como surgiu a oportunidade de apresentar o Bom dia e Cia?
Jéssica Esteves: Me apresentei com o grupo musical infantil “Turma DÓ RÉ MI” no TELETON 2003, e com um convite inesperado e maravilhoso do Silvio Santos, eu e o Kauê Santin passamos a comandar as manhãs no Bom Dia & Cia.

SBTpedia: Você se recorda de algum momento especial do programa?
Jéssica Esteves: Foi uma fase sensacional na minha vida. Me sinto muito orgulhosa de ter iniciado essa proposta que super deu certo no SBT - “Criança apresentando para criança”. Era tudo muito mágico, e rápido. Em menos de 1 ano minha boneca já estava sendo lançada, teve uma venda de 50 mil unidades em sete meses, ocasionando o lançamento de mais 3 produtos (cozinha, salão de beleza e jogo de jantar) e uma grife de roupas. Fazíamos show pelo Brasil a fora, cantávamos para multidões, recebíamos milhões de cartinhas. Tudo era muito especial.

SBTpedia: Você apresentava o Bom dia e Cia com o Kauê Santin. Ainda mantém contato com ele?
Jéssica Esteves: Participei da “Turma DÓ RÉ MI” junto com o Kauê, e depois dividimos a apresentação do Bom Dia. Com o tempo e a distância perdemos o contato.

Encerramento do Bom Dia e Cia com Jéssica e Kauê 

SBTpedia: Durante a fase que você comandou o Bom dia e Cia, o programa chegou a bater o programa da Xuxa na audiência. Segundo dados da revista Veja de dezembro de 2004, o programa alcançou a liderança com média de 8,6 pontos. Como foi lidar com o sucesso?
Jéssica Esteves: Como eu sempre digo, foi tudo muito rápido, tão rápido que mal dava tempo de assimilar as coisas. Quando fui comunicada mal acreditei, pensei “Como assim a Xuxa vai dar um tempo em seu programa para reformular a atração?” fiquei chocada, e feliz é claro, eu me esforçava pra que tudo desse certo. Colhemos os frutos deste sucesso através do carinho do público, e premiações que recebemos na época. (2 Troféus Imprensa escolhido pelo público 2004 e 2005)

SBTpedia: O Bom Dia e Cia, agora apresentado por Matheus Ueta, ainda continua sendo um dos programas tradicionais da grade de programação do SBT, embora não consiga os mesmos índices de audiência do passado. Você acha que a programação infantil ainda tem espaço na TV aberta?
Jéssica Esteves: Quando estou em casa, sempre paro para dar uma conferida na atração. O Matheus é uma graça, tem um futuro lindo na televisão. Gostava muito da Aninha que apresentava com ele também, super talentosa. Hoje o programa conta com um formato bem diferente de quando eu apresentava. Saiu em diversos sites que critiquei este novo formato, e na verdade me interpretaram mal. O que quis dizer é que o formato da minha época prendia a atenção dos mais novinhos (1 a 4 anos). Isto porque hoje o Bom Dia de hoje não conta mais historinhas, as ligações são o ponto principal, e uma criança mais novinha não consegue participar. Por outro lado, o dinamismo é muito maior, não só devido ao formato, mas também por ser ao vivo. Na minha época era gravado, e os roteiros eram seguidos à risca.

SBTpedia: Após a sua saída do Bom dia e Cia, você ainda apresentou o Sessão Premiada no SBT e depois ficou afastada da televisão. Como aconteceu? Foi difícil ficar longe da telinha?
Jéssica Esteves: Foi uma experiência muito bacana apresentar o Sessão Premiada. Lidar com o ao vivo dá um certo nervoso, mas compensa. É dinâmico, dá pra improvisar, dá pra ser mais você. Depois que o Celso Portiolli voltou a comandar a atração, eu estava encaixada num projeto para um programa direcionado ao público adolescente, num formato de ‘games’, que por fim acabou não vingando. Aproveitei o tempo para o estudo pré-vestibular, optei por Jornalismo e sou recém formada.

Jéssica Esteves e Kauê Santin no Bom Dia e Cia 

SBTpedia: Em recente entrevista a revista Caras, você falou que deseja retornar para a televisão. Quais são seus planos?
Jéssica Esteves: Enquanto ainda estava cursando a faculdade, minha vida infelizmente virou de cabeça pra baixo com o falecimento da minha mãe. Decidi então, me afastar de tudo, e tentar seguir uma vida dentro dos padrões considerados ‘normais’. 2 anos se passaram, me formei e hoje me sinto preparada para voltar a fazer o que eu amo, e para isso não irei medir esforços.

SBTpedia: Se você tivesse a oportunidade de apresentar algum programa atualmente, qual gênero gostaria?
Jéssica Esteves: Eu particularmente adoro o formato de programa “games”. Ele dá um certo dinamismo, foge das mesmices, provocas diferenciadas reações, gera repercussão, e tanto o apresentador, como o público e o convidado se divertem. É o que eu gosto de ligar minha televisão e assistir, acho curioso ver artistas mais distraídos, podendo ser mais eles mesmos.

SBTpedia: Em um dos programas de Silvio Santos, ele aconselhou a Maisa Silva que ela seguisse a carreira de atriz, pois a função de apresentadora não é tão segura. Você concorda com ele?
Jéssica Esteves: Quando o projeto que tinham em mente para mim não vingou, o núcleo de novelas também me foi sugerido como opção. Na época, por imaturidade e impulso acabei não aceitando. Hoje concordo totalmente com esta afirmação do Silvio. A televisão é um meio muito volúvel, um dia se está por cima, no outro ninguém lembra quem é você. Eu acho a carreira de atriz, uma das que chegam mais pertos de serem “seguras” na televisão. Novela nova sempre vai ter, agora programa pra apresentar é muito mais difícil, e pode sair do ar a qualquer momento. Fora que ser atriz é maravilhoso, hoje eu com certeza teria topado.

SBTpedia: Quais outras profissões, que não sejam ligadas a televisão, você gostaria de exercer?
Jéssica Esteves: Bom, na verdade tudo me leva a televisão. Não só minhas experiências, mas também a minha formação é bastante ligada. Fora da televisão, eu continuaria no meio da comunicação, gosto muito de rádio, e revista também é bem bacana.

SBTpedia: Para finalizar, o SBT está perto de completar 33 anos. Gostaria de deixar algum recado para emissora?
Jéssica Esteves: Eu sinto um orgulho e um carinho enorme de ter sido parte da história do SBT, história essa que nunca ninguém vai conseguir apagar. No meu arquivo pessoal tenho tudo registrado. A minha passagem pelo SBT começou bem novinha. Fui aos 5 anos participar do “Bom Dia & Cia” quando comandado pela Eliana, fiz quadros de dramaturgia com o Moacir Franco no “Pequenos Brilhantes”, participei do programa “Fantasia”, fiz diversas atuações no “Bom Dia & Cia” quando comandado pela Jackeline Petkovic, fiz a “Vinheta de Natal” de 2001 da emissora, participei do “Teleton 2003”, e então apresentei o “Bom Dia & Cia” (2003 - 2005) e o “Sessão Premiada” (2005). Sempre me dediquei, e deixei por lá o que de melhor havia em mim. Tenho gratidão pelas oportunidades, e por ter marcado a minha história. Desejo muito sucesso a casa!

O SBTpedia agradece à Jessica Esteves pela participação! Desejamos sucesso na sua nova caminhada! 

# Parceiros


#Facebook: SBTpedia

#Twitter