'Aos 18 anos fui apedrejada no meu bairro', revela Léo Áquilla no Programa Raul Gil deste sábado

Raul Gil recebe Léo Áquilla no “Elas Querem Saber” deste sábado, 23 de abril. Thammy Miranda, Ciça Camargo, Sheila Mello e Antônia Fontenelle sabatinam a transexual, que relata com detalhes o milagre de fé que curou de seu noivo, Chico Campadello, hospitalizado devido a uma embolia pulmonar. Também confessa como foi sua infância e fala de temas polêmicos, como prostituição. Hoje aos 45 anos, afirma ter encontrado seu grande amor e estar de casamento marcado.


Confira as melhores frases do quadro:

- “Isso não é uma escolha que a gente faz. Ninguém em sã consciência quer ser escrachado na rua, perder oportunidades de emprego. Não foi uma escolha!” (sobre se assumir mulher)
- “Aos 18 anos fui apedrejada no meu bairro quando eu decidi me assumir para minha família. A carga estava pesada demais só pra mim” (quando se assumiu para a família)
- “Fui uma criança que sofria muito na escola, apanhava todos os dias” (sobre o preconceito que sofria na escola)
- “Aos 40 anos, fazendo muita terapia, foi que eu descobri que na verdade eu sou uma menina e não um menino. Tive que entender que eu era uma menina e tive que aceitar, situação que não aceitava” (quando descobriu que realmente era feliz sendo uma mulher)
- “Qualquer pessoa medíocre tem preconceito, quem tem preconceito é um ignorante”
- “Fui impedida de fazer a operação de mudança de sexo por causa de um problema no coração, que é uma má formação na aorta. Então sou uma transexual não operada” (sobre o desejo de ser operada e não poder)
- “Sou uma mulher de muita fé. Tenho certeza que a minha fé salvou o Chico” (relatou quando o noivo Chico Campadello estava hospitalizado)
- “Vai ter tudo que uma rainha merece” (sobre o que vai ter no casamento)
- “Meu grande sonho sempre foi uma menina, mas o Chico já tem uma menina. Aí ficou completo” (sobre ter mais filhos. Léo já tem dois meninos)
- “O Jadson nunca existiu. Por trás daquele menino sempre existiu essa mulher” (Jadson é o nome de batismo de Léo, que hoje é Leonora)

O “Jogo do Banquinho” será especial funk. Os convidados Mc Lon, Mc Sapão, Mc 2K, Mc Jhey, Lexa e Mr. Catra terão apenas uma letra do alfabeto para adivinhar as palavras sobre o tema escolhido pelo professor Régis Tadeu.

Fotos: Rodrigo Belentani/SBT

No quadro “Eu e as Crianças”, Raul brinca com Eduarda Henklein e Cúmplices Kids. Tem ainda a participação especial da banda C1R, que canta “Cúmplices de um Resgate”, “Princesa”, “Na hora H” e “Oi, Psiu”.

E mais: No concurso 100% Safadão, meninos que se parecem com Wesley Safadão e que sabem cantar suas músicas se apresentam e mostram todo seu talento no palco do programa em busca do prêmio de 10 mil reais. Neste sábado participam Michel Ferreira com “Camarote”, Jackson Leonel canta “Vem pro Meu Lounge” e Wallace Silva com “Aquele 1%”.

PROGRAMA RAUL GIL
Neste sábado, às 14h15

# Parceiros


#Facebook: SBTpedia

#Twitter