Crítico de televisão José Armando Vanucci participa do 'Elas Querem Saber' do Programa Raul Gil desta semana

Neste sábado, 25 de junho, às 14h15, Raul Gil apresenta o quadro Elas Querem Saber. Ciça Camargo, Sheila Mello, Naty Graciano e Marcela Tavares sabatinam o crítico de televisão José Armando Vannucci. O também colunista fala sobre sua demissão da rádio Jovem Pan e conta quais são seus projetos futuros.


Confira as melhores frases do quadro: 

“A Jovem Pan está num momento de transição. Está deixando de lado o entretenimento mais suave para um jornalismo mais político. Não fazia mais sentido ter alguém que falasse exclusivamente de televisão. A Jovem Pan achou melhor parar uma história de 26 anos” (sobre sua demissão da rádio Jovem Pan)
“Eu sabia três meses antes que eu estava na lista” (de demitidos da rádio)
“Ronnie Von é meu mestre. Me ensina muito a arte de fazer televisão” (sobre seu trabalho com Ronnie Von na TV Gazeta)
“Tem muito programa ruim na televisão, mas ao mesmo tempo programas bons. A gente não pode ter preconceito, pois você tem que entender para quem e por que aquilo é feito e qual o objetivo dele. Eu, por exemplo, não gostava do programa do João Kleber que tinha o teste de fidelidade. Aquilo era uma mentira, armado. Eu achava ruim, mas tem um telespectador que assiste” (sobre algum programa que acha ruim na TV)
“Eu descobri com o tempo que o bom jornalista tem que ouvir mais do que falar”
“A boa informação não é comprada” (sobre alguns jornalistas pagarem por informações e capítulos de novela)
“Se você tiver uma câmera e um TP (teleprompter) qualquer um é apresentador. O que tem pouco é comunicador”
“Ainda vai ser muito difícil chegar em Hebe Camargo” (se alguém substituiria Hebe Camargo)
“Televisão é casamento. Ainda não tem uma química entre ela e a Record” (sobre Xuxa ainda não ter dado certo em outra emissora)
“Regina Casé. Não me peça para eu entrevistá-la, prefiro não” (sobre algum artista antipático)
“Meu maior desafio foi vencer a timidez” (sobre o desafio de sair do rádio e ir para a televisão)
“A televisão tem uma magia que nenhum outro veículo tem” (se a televisão está perdendo espaço)
“Se fizeram macumba, meu corpo é fechado” (se alguém já teria feito macumba para ele)
“O beijo gay foi um marco, mas a gente pode avançar muito. Essa é uma temática que tem que ser tratada com naturalidade. Brasileiro é conservador” (sobre um dos marcos da TV brasileira)
“Não acredito no Ibope, pois representa um segmento muito pequeno” (sobre a empresa que mede a audiência das emissoras de TV)

O “Jogo do Banquinho” será especial youtubers. Os convidados 7 Minutoz, Vilhena, Gabi Luthai, T3ddy, Ana Maria Brógui, Aruan Feliz e Maddu Magalhães terão apenas uma letra do alfabeto para adivinhar as palavras sobre o tema escolhido pelo professor Régis Tadeu.

 Fotos: Rodrigo Belentani/SBT

No quadro “Eu e as Crianças”, Raul brinca com Yuri, Alice Gabriele, Davi Sena, Bruno Barros. O convidado especial do quadro é o ator da novela “Cúmplices de um Resgate” João Guilherme Ávila. Ele canta “Princesa” e “Tudo é Você”.

No concurso 100% Safadão, meninos que se parecem com Wesley Safadão e que sabem cantar suas músicas se apresentam e mostram todo seu talento no palco do programa em busca do prêmio de 10 mil reais. Neste sábado participam Pablo Sena com “Vou dar Virote”, Felipe La Rosa canta “A Dama e o Vagabundo” e John Camargo com “Camarote”.

E ainda musical com Rebeca Tervedo, Alemão do Forró e Emily & Breno.

PROGRAMA RAUL GIL
Neste sábado, às 14h15

# Parceiros


#Facebook: SBTpedia

#Twitter