Turismo e Aventura faz a rota dos Tropeiros da Lapa, no Paraná neste domingo; veja detalhes da atração

No programa do próximo domingo, 5 de junho, Rhoque Malízia e Renata Sartório visitam uma cidade repleta de fatos e construções históricas: “Nós vamos contar e mostrar a história de Lapa, no Paraná, onde vivemos um dia de tropeiro, já que foi por causa deles que a região surgiu”, conta o apresentador, acrescentando que o município, embora bem diversificado em sua base econômica, é forte na área do turismo, por causa de seu Patrimônio Histórico e Cultural.


O Turismo e Aventura ainda vai mostrar que, além da povoação tropeira, a história de Lapa, localizada a 62 Km da capital Curitiba, foi marcada por uma batalha, em 1894, durante a Revolução Federalista. A região foi palco de um sangrento confronto -  o Cerco da Lapa -, entre as tropas republicanas, os chamados Pica-paus e os Maragatos contrários à república. A região resistiu bravamente até que os Lapeanos, comandados pelo General Ernesto Gomes Carneiro, perderam o combate, após 26 dias.

 Fotos: Divulgação/SBT

A cidade, que é a quarta maior área territorial do Paraná, também tem uma agricultura bem expressiva, o que lhe garante o posto de maior produtor de fruta de caroço do estado. Pêssego, ameixa e nectarina são algumas, que abastecimento de empresas que fabricam doces, sucos e geleias.

Confira algumas das atrações turísticas de Lapa, que o programa destaca:

Monumento aos tropeiros – O mosaico do artista Poty Lazzaroto está na entrada da cidade. A peça ressalta a importância do tropeirismo para o desenvolvimento da região. A Lapa foi ponto de passagem das tropas que transitavam na rota entre Viamão e Sorocaba, transportando animais, objetos e mercadorias.

Arquitetura Histórica - A Lapa possui em seu centro histórico 38 edificações do século XIX e 76 da primeira metade do século XX. As casas são bem preservadas.

Teatro São João - Uma das principais atrações do centro histórico da Lapa, o Teatro São João, foi marcado pela visita do Imperador D. Pedro II e sua comitiva, em 1880. Sua construção, com capacidade para 212 pessoas, é uma das poucas do Brasil que reúne os estilos italiano, neoclássico e elisabetano.

Panteon dos Heroes – Em 1944, foi construído o Panteon para o cinquentenário do Cerco da Lapa. O espaço abriga os restos mortais de pessoas que lutaram na Revolução Federalista de 1894. Na parte externa do prédio, há um painel com a antiga planta da cidade, com antigas e atuais denominações das ruas, além dos locais das principais batalhas do Cerco da Lapa. 

TURISMO E AVENTURA
Neste domingo, às 7h30

# Parceiros


#Facebook: SBTpedia

#Twitter