Tribuna SBTpedia: 2016 – Passando a Limpo: Parte 1, por Gabriel Reis

2016 - Passando a Limpo: Parte 1

Por Gabriel Reis* (gabrielviannareis@gmail.com)


2016 foi um ano de muitas emoções para o SBT e para os SBTistas. De sucessos esperados como “Carrossel em Desenho Animado” e “Carinho de Anjo”, passando por boas surpresas como “A Garota da Moto” e terminando com medidas como a criação do “Fofocando”, a grade “voadora” nas tardes da emissora e o fim do “Domingo Legal”.

Nos próximos dois textos vamos passar a limpo os maiores destaques (positivos e negativos) do ano de 2016. Inicialmente vamos aos pontos positivos.

Carrossel em Desenho Animado


Com estreia marcada para o dia 04 de janeiro de 2016, o SBT programou corretamente o desenho animado para às 21h30. Sendo exibido em um horário aparentemente tarde e entregando para uma novela com a mesma história, a emissora fez a correta decisão de inserir o desenho recebendo da principal faixa da emissora e dialogando exatamente com o mesmo público infantil de “Cúmplices de um Resgate” e “Carrossel”.

Com 26 episódios de 11 minutos de duração cada, a animação estreou com 10 pontos de média, vencendo a Record e inclusive dando mais audiência que a reprise de “Carrossel” naquele dia. No segundo e terceiro dia de exibição, a trama cresceu e foi a maior audiência do SBT nos dois dias (10.2 e 10.6 de média, respectivamente). Durante toda a exibição, a animação vencia a Record constantemente no IBOPE e logo em seguida foi reprisada nas manhãs do SBT. Fica a torcida por uma nova leva de episódios em 2017.

Carinha de Anjo


O mais novo fenômeno do SBT, “Carinha de Anjo”, é o quarto sucesso seguido do SBT na faixa de novelas infantis. Se “Carrossel”, “Chiquititas” e “Cúmplices de um Resgate” já tinham sido sucesso, “Carinha de Anjo” já está conseguindo feitos maiores. Nos seus 13 primeiros capítulos, teve média de 13.2 pontos. O índice é superior a “Carrossel” (12.3), “Chiquititas” (11.0) e “Cúmplices de um Resgate” (10.9). Também é de “Carinha de Anjo” um feito que não acontecia desde abril de 2015. Uma novela infantil do SBT voltou a vencer uma trama bíblica inédita da Record. A primeira vitória veio na noite do dia 02 de dezembro e voltou a se repetir ao longo da última semana. “Carinha de Anjo” é mais um sucesso que veio para ficar.

Consolidação do “Programa do Ratinho”


Em um ano marcado pelas constantes derrotas de “Eliana” para “A Hora do Faro” (são 42 derrotas em 48 semanas) e pelo término do “Domingo Legal” (que ficou na vice-liderança apenas uma vez no ano), há de se celebrar a consolidação do “Programa do Ratinho”. O apresentador mantém uma média semanal próxima de 9 pontos (indo a 2 dígitos muitas vezes) e assegura a vice-liderança, com tranquilidade, em pelo menos quatro dos cinco dias na semana (a exceção fica sendo as quartas feiras, onde alterna a vice-liderança com Gugu Liberato). Contra “Xuxa Meneghel” o aproveitamento de Ratinho no ano é de 100% e sua audiência não dá sinais de decrescimento.

A Garota da Moto


“A Garota da Moto” com certeza foi a maior surpresa do ano. Antes da estreia, tinha-se pouca informação sobre sua produção, apenas algumas imagens e sua sinopse. Muitos elementos também eram poucos usuais para os padrões do SBT: sua produção sequer era da emissora, a trama fora produzida pela Mixer e teve co-produção de FOX e SBT; o formato era diferente, ao contrário das longas novelas atuais do SBT, “A Garota da Moto” foi um seriado com 26 episódios; e, por último, não era uma trama infantil como todas do SBT desde 2012. No entanto, a série protagonizada por Christiana Ubach tinha enredo simples e clássico. Uma mulher batalhadora tinha que proteger a vida seu filho contra a maldade de uma vilã que buscava apenas conquistar a herança de seu falecido marido. Parece um enredo de uma novela mexicana? Parece. E deu certo no SBT. A trama manteve os dois dígitos de audiência e ganhou da Record com frequência. A segunda temporada já foi encomendada pelo SBT. Que Joana volte outras vez!

E para vocês? Quais foram os pontos positivos do SBT em 2016? Deixe a sua opinião em nossa caixa de comentários!

*É graduado em Comunicação Social (Rádio e TV) pela Escola de Comunicação da UFRJ. Teve passagens pelo SporTV, como coordenador de produção, e pelos canais Esporte Interativo, onde foi coordenador de programação. Atualmente escreve artigos de opinião às segundas-feiras no SBTpedia

# Parceiros


#Facebook: SBTpedia

#Twitter