Édgar Vivar mostra vídeo inédito de bastidores de Chaves a Danilo Gentili no The Noite desta quinta-feira

No programa The Noite desta quinta, 04 de maio, Danilo Gentili recebe Édgar Vivar, o eterno Senhor Barriga do seriado Chaves. Em turnê pelo Brasil com uma peça exclusiva para o País, ele revela na entrevista que trouxe para seu show fotografias raras de seu acervo pessoal e também novas músicas. Aos 68 anos, ele diz se sentir honrado por servir de inspiração para um público tão jovem e diz estar há 51 anos na estrada fazendo shows. Édgar traz ainda em primeira mão no The Noite um vídeo raro de bastidores do elenco de Chaves, em uma viagem que fizeram juntos a Los Angeles em 1976.


O convidado mostra ainda para Danilo a última das pastas originais usadas por Senhor Barriga durante as gravações e revela que no início se incomodava ao ser chamado pelo nome de seu personagem mais marcante, mas que depois se acostumou. Ele fala sobre o carinho que recebe dos fãs e se emociona quando Danilo mostra fotos de fãs que fazem loucuras pelo seriado, como um brasileiro que foi até Acapulco para se hospedar no hotel em que foi gravado um dos episódios mais marcantes do seriado.

E mais: Édgar participa de um quiz para testar seus conhecimentos sobre Chaves e enfrenta uma fã escolhida da plateia para provar que sabe mais.

 Fotos: Lourival Ribeiro/SBT

Confira as melhores frases da entrevista:

É incrível poder inspirar algo para pessoas tão jovens.

Eram nossos cômicos favoritos. O Gordo e o Magro eram os melhores. Ele (Bolaños) sempre me permitiu dividir com ele as esquetes do Gordo e o Magro.

Quebrei o cotovelo fazendo Chanfle (o filme).

Estou escrevendo há muitos anos. Escrevi para mim, não vou publicar o livro. É o meu legado para a minha família. Não tenho nada a esconder. (sobre uma autobiografia)

No início sim, me incomodava. Passaram-se muitos anos até que o público me conhecesse com Edgar Vivar. Hoje perguntam se eu era o senhor Barriga e eu digo "ainda sou". (sobre ser reconhecido como Senhor Barriga)

Sempre foi falso o bigode. Odiava o bigode porque tinha uma cola misturada com éter. Tinha que ficar tirando e colocando pra fazer o Nhonho.

Era um dos meus favoritos. Foi um dos últimos com todos reunidos. O cãozinho que apareceu ali não foi programado. (sobre o episódio de Acapulco)

Era a Dona Florinda fantasiada como a Bruxa do 71, porque a Bruxa não sabia nadar. (revela que a atriz que salta na piscina no episódio de Acapulco para salvar o senhor Madruga é Florinda Meza)

THE NOITE
Nesta quinta, logo após A Praça é Nossa

# Parceiros


#Facebook: SBTpedia

#Twitter