The Noite celebra 30 anos de A Praça é Nossa com presença de Carlos Alberto de Nóbrega; veja destaques

No programa desta quinta-feira, 11 de maio, Danilo Gentili e a turma do The Noite recebem um dos apresentadores mais queridos do Brasil para uma homenagem: Carlos Alberto de Nóbrega. Para celebrar e homenagear os 30 anos de A Praça é Nossa, um cenário especial foi montado na atração, Danilo entrevistará Carlos em seu “velho e querido banco” e o elenco representará alguns dos personagens mais marcantes que já passaram pelo humorístico. Juliana estará de Canarinho, Léo Lins de Vera Verão, Murilo Couto de Cocada, Diguinho de Guarda Juju, Kleine de Simplício, Mingau de Golias, Bacalhau de Lilico e Roger de Velha Surda.


Durante a entrevista, Carlos conta como foi sua vinda para o SBT, relembra momentos do início do humorístico, revela ser um viciado em audiência e ainda que pretende se lançar em breve no YouTube com um canal de entrevistas. Ainda nesta quinta, o quadro “Rodada da Noite” será especial com os humoristas Marlei Cevada, Zé Américo, Alexandre Porpetone e Buiú.

 Fotos: Rodrigo Belentani/SBT

Confira as melhores frases de Carlos Alberto de Nóbrega durante a entrevista:


· O segredo da Praça, se é que há, é o cenário. Em todo lugar em todos os tempos haverá uma praça e um povo que passa por ela.

· Nunca pensei nisso, sinceramente. Por causa da língua. Eu acho difícil porque a Praça é muito pessoal, os personagens muito brasileiros. (sobre vender o formato do programa)

· Eu vou me arriscar a fazer YouTube. É uma ideia que já tenho há algum tempo. Meus amigos e eu. Eu tenho 63 anos de carreira, conheço todo mundo. Vou fazer entrevista até com o meu cachorro, falando pra ele coisas minhas. (revela que vai lançar um canal no YouTube)

· Eu sou um vagabundo. Trabalho terça e quarta. (brinca sobre ter tempo para novos projetos, como o YouTube)

· O corpo pode envelhecer, mas a cabeça não. Quero envelhecer e não ficar velho.

· O Boni começou na casa do meu pai. Ele estava começando a escrever, com 17 anos. Só que ele virou o Boni e eu continuei na minha pracinha.

· Comecei a Praça quando tinha 51 anos.

· Quando soube da possibilidade de sair da Globo, fui me oferecer ao Silvio. Ele disse: "Não sai da Globo".

· Sou viciado, sou neurótico. (sobre a audiência do programa)

THE NOITE
Nesta quinta, logo após A Praça é Nossa

# Parceiros


#Facebook: SBTpedia

#Twitter