Antenado com as redes, Padre Fábio de Melo diz nunca ter recebido gemido do Whatsapp no The Noite desta quarta

O The Noite desta quarta-feira, 26 de julho, recebe o Padre Fábio de Melo. Ele fala na entrevista sobre seu novo álbum “Clareou” e revela que o disco foi uma retomada daquilo que ele precisava viver após a morte de sua irmã, no ano passado. “De repente percebi que a alegria poderia reconstruir esse ser que ficou. A melhor maneira de honrar alguém que a gente ama é vivendo bem”, diz. O padre também comenta o título de webcelebridade que conquistou após sua atuação nas redes sociais, onde ele soma 16 milhões de seguidores. “Os protocolos distanciam as pessoas. Fico feliz que as pessoas se sintam à vontade de falar comigo.”, afirma ele sobre os fãs. Em um momento inusitado da conversa, Danilo brinca e coloca uma parede entre eles para que possa se “confessar”.

 Foto: Lourival Ribeiro/SBT

Confira as melhores frases da entrevista:


Enfrentei o suicídio da minha irmã no ano passado. Foi um momento muito difícil. Não cheguei a tempo do sepultamento. O disco foi uma retomada daquilo que eu precisava viver. De repente percebi que a alegria poderia reconstruir esse ser que ficou. A melhor maneira de honrar alguém que a gente ama é vivendo bem.

Já recebi isso (nudes) também. O gemidão é famoso, mas nunca tive contato com ele. (sobre já ter recebido nudes pelo whatsapp, mas nunca o “gemido”)

Tenho um respeito pela idiotice. Todo mundo tem o direito de ser quem é, inclusive idiota. Diplomacia é uma forma sofisticada de ser inteligente. (sobre receber mensagens de “haters” na internet)

Eu daria a administração do país às pessoas que criam essas histórias (memes). É impressionante.

Tem mais ou menos 20 anos que comecei uma vida mais disciplinada. O corpo fala do meu estilo de vida. Um padre é alguém que fala de saúde emocional, física e espiritual. Para mim é um exercício de coerência pessoal. (sobre sua rotina de exercícios físicos)

No meio dos famosos o que eu mais escuto é pedido de aconselhamento.

Uma coisa que eu lamento que a visibilidade me tirou é estar em um lugar público sem precisar tirar fotos. Sempre tem um espírito de porco que fica ali do lado, dizendo: "quem mandou ser famoso, agora tem que aguentar". Mas tento fazer tudo com muito carinho e descontração.

Encontro ateus que já estão desfrutando de resultados que eu, como padre, ainda não desfruto na vida cristã.

Não, pela vida que eu levo. Não teria condições. (de se casar)

Seria interessante ordenar homens casados e o celibato como uma opção de entrega mais radical. O celibato foi uma questão da idade média, dos intelectuais, eles casavam com o conhecimento.

THE NOITE
Nesta quarta, logo após o Programa do Ratinho

# Parceiros


#Facebook: SBTpedia

#Twitter