Campeão de MMA, Lyoto Machida é o convidado de Danilo Gentili no The Noite desta quarta-feira; veja frases

Nesta quarta-feira (25), Lyoto Machida é o convidado de Danilo Gentili no The Noite. O lutador de MMA fala na entrevista sobre sua volta aos octógonos após uma suspensão de um ano e meio por doping e diz ter focado sua mente para retornar o mais rápido possível. “Eu preparei mais a mente do que o corpo. Considero o melhor momento da minha cabeça hoje”. Ele também fala como foi sua criação no esporte por ter um pai mestre em karatê e diz ter batido muito em madeiras para criar calos nas mãos. “Às vezes também chuto com o bico do pé para acostumar”, diz. Lyoto relembra ainda a época em que morou no Japão e na Tailândia, fala sobre seu treinamento no sumô e ensina algumas técnicas de defesa para Danilo no palco.

 Foto: Gabriel Cardoso/SBT

Confira outras frases da entrevista:


Tem o bônus e o ônus. Tem a torcida, os familiares, mas na semana da luta todo mundo quer te ver então tira o foco. (sobre lutar em casa)

Minha mãe não assiste (as lutas), de jeito nenhum. Nunca.

Não deixo (os filhos verem suas lutas), só que eles estão crescendo. Um tem sete, outro nove. Deixo eles lutarem, mas não assistirem. Eles sabem de tudo, com quem eu vou lutar, etc.

Depois da luta sempre quero saber como está meu adversário. Se eu machuquei demais. É uma preocupação que eu tenho. É uma profissão como outra qualquer. Tem uma relação profissional ali e uma outra fora.

Todo dia quando tinha treino começava cinco e meia da manhã, porque meu pai dizia que o primeiro adversário é sempre você. Depois chegava na academia e tinha que passar pano em tudo.

Morei no Japão. Em 2003. Morei sozinho na academia e japonês é um pouco fechado, eles queriam me humilhar. No Japão tem essa hierarquia, chegou por último tem que fazer tudo, limpar o banheiro, lavar os kimonos. Então eu pegava (se vingava de) todo mundo nos treinos.

THE NOITE
Nesta quarta, logo após o Programa do Ratinho

# Parceiros


#Facebook: SBTpedia

#Twitter