O Dia na História (21/10/1992): Matéria com neonazistas faz equipe do Documento Especial ser indiciada pela PF

HÁ EXATOS 25 ANOS, em 21/10/1992 ...


... A Polícia Federal indiciava Nelson Hoineff, o produtor Eduardo Faustini e o chefe de reportagem, André Rohde, por apologia ao crime, pela exibição de reportagem com neonazistas “A Cultura do Ódio”, no programa Documento Especial, exibido pelo SBT. Hoineff reagiu com indignação: “É uma claríssima arbitrariedade e violação do direito de expressão. Isso é a mais deslavada mentira, uma calúnia [que teria pago pela reportagem]. Nos informaram na polícia que pelos depoimentos teríamos pago Cr$ 100 mil, Cr$ 700 mil e até Cr$ 3 milhões (...) Se eu tivesse uma verba dessas, estaria fazendo o Documento Especial na Suíça”.


Relembre a reportagem e Nelson Hoineff falando sobre a polêmica em reprise do programa no Canal Brasil:


Relembre também:

# Parceiros


#Facebook: SBTpedia

#Twitter