Michael Sullivan e sua esposa Anayle são os convidados do The Noite com Danilo Gentili desta terça-feira

Nesta terça-feira, 21 de novembro, Danilo Gentili recebe Michael Sullivan e sua esposa Anayle. Um dos maiores compositores do Brasil, Sullivan afirma já ter cerca de 1.800 de suas músicas gravadas e atribui a Deus todo o sucesso de sua trajetória, contando que as músicas gravadas por Xuxa foram as mais lucrativas para ele. Ele também conta que conhece Anayle há 17 anos e ela explica que fazia canto lírico quando sua mãe procurou Michael para uma parceria musical. “Quando conheci o Sullivan foi como se eu tivesse encontrado a minha casa, a minha metade. Passei dois anos orando a Deus e tive a confirmação (de que ele era a pessoa certa)”, diz ela. Sullivan também canta palhinhas de sucessos como “Me Dê Motivo”, “Amor Perfeito”, “Dia de Domingo”, “Lua de Cristal”, “Joga Fora no Lixo” e “Talismã” e Anayle finaliza a conversa cantando “Socorro Deus”.

 Foto: Gabriel Cardoso/SBT

Confira outras frases da entrevista:


Aconteceu comigo, não sei o porquê. Só Deus mesmo. (Sullivan, sobre o sucesso)

Queria constituir uma família, porque casando com a carreira você pode encontrar no futuro uma solidão. (Anayle)

Há um desgaste normal, foi muita coisa, as pessoas começam a cobrar demais. (Sullivan, sobre o fim da parceria com Paulo Massadas)

Fizemos essa música em 84. Mostramos para mais de 60 cantores e ninguém gravou. (Sullivan, sobre a música “Deslizes”, do Fagner)

Ele compõe no banheiro, dormindo, acordado. (Anayle)

Só heavy metal que eu gosto mas não compus nenhuma. (Sullivan)

Comecei a compor por livre e espontânea pressão do casamento. (Anayle)

Talismã foi a mais rápida. Meia hora. (Sullivan, sobre a composição mais rápida)

Não sei, mas de venda acho que foram as músicas da Xuxa. (Sullivan, sobre as composições mais lucrativas) 

THE NOITE
Nesta terça, logo após o Cine Espetacular

# Parceiros


#Facebook: SBTpedia

#Twitter