Sônia Lima relembra começo de carreira com Silvio Santos no The Noite desta quarta-feira; veja frases

Nesta quarta-feira, 20 de dezembro, Danilo Gentili recebe a atriz e apresentadora Sônia Lima no The Noite. Ela relembra o início da carreira como modelo e conta como foi convidada por Silvio Santos para participar de programas de televisão. “Pensa em uma pessoa ruim apresentando? Era eu. O Silvio me viu no vídeo, mandou me chamar. Comecei como telemoça”, diz. Sônia também recorda momentos do “Show de Calouros”, programa deu a ela maior visibilidade, comentando alguns fatos que aconteciam nos bastidores. “A Aracy era mau humorada mesmo. Eu era uma das melhores amigas da Aracy. Ela tinha pavor de homem que colocava a mão no saco”, relembra. Ela fala ainda sobre o casamento de mais de 31 anos com Wagner Montes, afirmando que a união aconteceu de forma inusitada: “Sempre fomos amigos. Conheço o Wagner desde “O Povo na TV”. Sempre falo pra ele que até hoje não entendo porque fiz isso (ficar com ele). Eu era noiva, minha irmã resolveu casar, eu chamei o Wagner pra ir comigo e naquela semana a gente começou a sair um pouco. Minha ex-sogra falava: “aquele rapaz gosta de você”. Eu estava em um momento que não queria casar. Ele me pegou na esquina, em uma rua sem saída”.

 Foto: Lourival Ribeiro/SBT

Outras frases da entrevista: 


Tenho 60 anos já. O segredo (da boa forma) é não levar a vida a sério.

Eu era super queimada. Tomava sol na laje, minha mãe passava Coca-Cola. (quando era modelo)

Quem me acolheu no Japão foi o Rotary. Não comi e não vou comer (comida japonesa). O máximo é um arroz com pepino. Eu comia frutas e todo chocolate que eu levei pra dar de presente. (em sua época de modelo no Japão)

Imagina a pessoa virgem, que saiu de Osasco. Um japonês entrou no banheiro e fez xixi ao seu lado no banheiro misto. (sobre uma vergonha que passou no Japão)

Com o passar dos anos tem calouros que viram calouros a vida inteira.

Eu achava bom mandar uma real na vida das pessoas, senão elas iam perder muito tempo fazendo aquilo a vida inteira.

Fiquei muito amiga do Pelé porque ele estava em todos os concursos de Miss. Virava e mexia eu estava em churrasco na casa do Pelé. Saíam altas manchetes. (desmente boatos de que teria namorado Pelé)

Eu era afinada, mas precisava estudar. Pra época, pro que eu me propus, foi razoável. Eu como jurada não me aprovo. Mas foi onde eu fiz meu pé de meia. (sobre sua carreira de cantora)

Hoje nós ficamos cult. (sobre os jurados do show de calouros)

E mais: Danilo também recebe nesta quarta o cantor Tayrone, que fala na entrevista sobre os sucessos do início da carreira até as músicas lançadas no último álbum, “Tayrone Exclusive”, comentando momentos marcantes de sua trajetória na música e outros inusitados, como quando uma van usada por ele para trabalhar pegou fogo: “Um trabalho danado pra conquistar e compramos uma van. A esposa do sócio foi lá e pegou um incenso, colocou em cima do painel da van. Diz ela que era pro santo. Quando foi de manhã a van toda pegou fogo”.

THE NOITE
Nesta quarta, logo após o Programa do Ratinho

# Parceiros


#Facebook: SBTpedia

#Twitter