Entrevista SBTpedia: Daniel Adjuto, repórter em Brasília e apresentador do SBT Brasil

 
Por José Eustáquio Júnior (@juniorpitangui) e Pedro Nascimento (@pedromnasciment)

No último dia 20 de janeiro o jovem jornalista Daniel Adjuto deu um passo importante em sua carreira de jornalista: estreou no comando do "SBT Brasil" - o principal telejornal de rede da emissora - ao lado de Karyn Bravo. Antes, já havia comandado eventualmente o "SBT Notícias", sua primeira experiência “nacional”. Conhecido pelas suas matérias em Brasília, onde continua como repórter, Adjuto repercute bastante nas redes sociais com suas informações em primeira mão, especialmente de política. E ele é o nosso entrevistado desta segunda no SBTpedia. Veja na íntegra:

SBTpedia: Adjuto, conte um pouco para nós como foi sua chegada ao SBT. Você se lembra qual e quando foi sua primeira matéria na emissora?
Daniel Adjuto: Entrei como estagiário em 2012 e, assim que me formei, fui contratado. Como repórter, meu primeiro trabalho foi no SBT Manhã fazendo entradas ao vivo com o César Filho. Meu primeiro link foi no jornal SBT Brasília para falar sobre biometria para eleições.

SBTpedia: Em tempos de crise política e agora em ano de eleição, o Brasil vive um verdadeiro “caldeirão” nas redes sociais. Como você analisa a questão das fake News na cobertura do noticiário político e como o telespectador pode filtrar isso?
Daniel Adjuto: Fakenews são um problema mundial. As informações falsas são cada vez mais compartilhadas e prejudicam uma interpretação adequada de vários assuntos. Quem recebe uma notícia, deve sempre checar de onde ela vem, se outros veículos também a trouxeram e analisar a repercussão.

SBTpedia: Não raramente você é citado e retwittado por vários jornalistas e personalidades de renome através de suas informações exclusivas relacionadas à cobertura em Brasília. Como você reage a essa “notoriedade” como repórter?
Daniel Adjuto: É o reconhecimento de um trabalho sério de apuração.

SBTpedia: Até que ponto é necessário separar a profissão jornalística da vida pessoal?  É possível chegar em casa e se desligar do trabalho?
Daniel Adjuto: Jornalista é jornalista 24 horas todos os dias, mas é necessário se desligar. Aos fins de semana e, principalmente nas férias, evito as notícias até pra descansar a mente.

SBTpedia: Um dos principais desafios do jornalismo na televisão hoje em dia é ser interessante mesmo com a Internet oferecendo notícias em tempo real, praticamente em estado simultâneo aos acontecimentos. Como a TV pode se sobressair diante
disso?
Daniel Adjuto: As imagens são o grande diferencial, mas claro que também é possível vê-las na internet. Na televisão, podemos ter olhares diferentes sobre determinado assunto que também são contados de uma maneira que só a tv permite.

SBTpedia: Antes de estrear no SBT Brasil no rodízio de sábados, você teve uma rápida passagem pelo SBT Notícias, nas madrugadas da emissora. Conta para a gente como foi essa experiência.
Daniel Adjuto: Um marco na carreira. Foi a estreia na apresentação e logo em rede nacional. É um jornal que me deu espaço para chegar ao SBT Brasil.

SBTpedia: Sua estreia no comando do SBT Brasil foi bastante comentada e aconteceu uma semana antes de outro jovem jornalista da casa, o Cassius. Como você avalia a sua estreia e de seu colega? O que considera mais desafiador como âncora em rede nacional?
Daniel Adjuto: É uma responsabilidade sem tamanho sentar na mesma cadeira de Carlos Nascimento e levar as principais informações do dia no segundo telejornal mais assistido do país. O desafio é controlar o nervosismo (risos).

SBTpedia: Apesar da estreia no SBT Brasil, você ainda continua na cobertura em Brasília como repórter. A ideia, a princípio, é continuar se dedicando às duas funções? Como o pessoal do SBT Brasília reagiu com sua estreia?
Daniel Adjuto: O SBT é uma família. A apresentação no SBT Brasil é uma conquista de uma equipe aguerrida que é a nossa na capital do país. Aqui, continuo como repórter.

SBTpedia: A questão da beleza exterior ajudou a conquistar espaço na área ou exige ainda mais profissionalismo para mostrar que não é apenas um rosto bonito na TV? O que você pensa a respeito?
Daniel Adjuto: Foi o meu trabalho principalmente com a cobertura da operação Lava Jato que me abriram portas. Beleza sem conteúdo de nada adianta.

SBTpedia: Muitos jornalistas estão abandonado a carreira de âncora para migrar para o entretenimento ou outros projetos, como é o caso da Ana Paula Padrão, Fátima Bernades, Evaristo Costa e outros. Você se vê futuramente arriscando outras áreas na
TV?
Daniel Adjuto: Gosto de desafios e, inclusive, o infotenimento (jornalismo + entretenimento) foi o tema da minha monografia na faculdade.

SBTpedia: Você é graduado em jornalismo pela Universidade de Brasília (Unb) e fez especializações na área. Para você, qual a importância da formação acadêmica para atuação na área?
Daniel Adjuto: Essencial. A faculdade nos dá uma bagagem não só teórica, mas de amadurecimento pessoal e profissional importantíssimos para o bom desempenho da carreira.

SBTpedia: Toda pessoa que passa pelo SBT no fundo tem seu lado SBTista. Que quadro, programa ou atração mais te marcou na infância ou no passado na emissora?
Daniel Adjuto: Sem dúvida, “Chaves”. Gosto de assistir até hoje. Mas meu programa preferido era o “Topa Tudo por Dinheiro”.

# Parceiros


#Facebook: SBTpedia

#Twitter