Cartas e Cartazes nº 127: Para divulga filme de Joel Schumacher, SBT indaga se existe Julia Roberts após a morte (30/05/1993)


(Clique sobre a imagem para ampliar)
 
José Eustáquio Lopes de Faria Júnior (@juniorpitangui)

Joel Schumacher faleceu na última segunda-feira, dia 22 de junho. Diretor de cinema renomado, ele deixou um importante legado de obras que marcaram uma geração, inclusive no SBT.

Para homenagear o diretor, resolvemos procurar um anúncio que combinasse um grande filme dele e, claro, tivesse relação com o SBT. E conseguimos. Trata-se de “Linha Mortal” (1990), com Julia Roberts, Kevin Bacon, William Baldwin, Oliver Platt e Kiefer Sutherland.


SBT anuncia para 26 de maio o filme "Linha Mortal", que acabaria sendo adiado para junho no Especial do Mês

Para quem não é da época, “Especial do Mês” era uma espécie de sessão de cinema mensal do SBT, que exibia, via de regra, um filme inédito, que era o mais importante e mais divulgado daquele mês. Teve destaque no ano de 1993, especialmente, tendo estreado em abril daquele ano. Mal comparando, lembrava a estratégia que o SBT chegou a utilizar também na Tela de Sucessos, com um filme “especial” por mês, mas cuja sessão era exibida normalmente a cada semana.

O anúncio de hoje é do domingo, dia 30 de maio de 1993. Mas o filme, de fato, foi exibido três dias depois, em 3 de junho. A bem da verdade, o filme estava programado para ser exibido em 26 de maio (como se percebe na chamada acima), mas acabou sendo adiado. Isso para escapar de um confronto ingrato: disputar com a final da Libertadores exibida pela Globo que seria entre São Paulo e Universidad Católica do Chile. Com isso, o filme inédito ficou para junho e o mês acabou tendo duas edições da sessão Especial do Mês: uma com "Linha Mortal" no dia 3 e outra com "Loverboy - Garoto de Programa" no dia 30.

O foco, claro, era no apelo em Julia Roberts. E, para tanto, o SBT relacionou a temática do filme para chamar a atenção do leitor. O filme, para quem não conhece (mas vale a pena conhecer!) aborda um estudante de Medicina que se reúne com outros quatro colegas (dentre eles, Rachel Mannus, interpreta por Julia Roberts) obcecados por descobrir o que existe depois da morte. E aí, eles tentam de maneira “controlada” viver essa experiência de passar para um outro mundo e “ressuscitar” logo depois com traumas e mudanças de personalidade. Permeado por um clima de mistério e até de conflito ciência x religião, o filme se torna uma grande atração.

Essa sinopse já meio que explica tudo do porquê da chamada “Afinal, existe Julia Roberts após a morte?”. No texto do anúncio, a seguinte descrição:  

“A atração do Especial do Mês do SBT é ‘Linha Mortal’. E a atração de ‘Linha Mortal’ é, sem dúvida nenhuma, Julia Roberts – no papel de uma linda mulher que é submetida à morte clínica. Será que o seu coração resiste, telespectador? E o coração dela? Não perca ‘Linha Mortal’ dia 2, quarta-feira, às 22h15, no Especial do Mês do SBT. Um filme perfeito para você que sempre achou que a Julia Roberts era ficção científica”.

Veja a “linkagem” do anúncio, combinando o filme a ser exibido com o filme que consagrou Julia Roberts, “Uma Linda Mulher”, que por sinal é do mesmo ano de lançamento de Linha Mortal (1990).

A ficha de trabalhos de Joel Schumacher que estiveram na tela do SBT é, porém, muito mais extensa. Como inéditos, a emissora exibiu “A Incrível Mulher que Encolheu” (1981), “Táxi Especial” (1983), às vezes divulgado com seu nome original em inglês “D.C. Cab”, “Tempo de Matar” (1996), “Ninguém é Perfeito” (1999) e “Número 23” (2007). A emissora exibiu, também, “Um Dia de Fúria” (1993), que chegou ao canal após passagem pela Globo.

Mas deixei por último dois filmes importantes da carreira dele: “Batman & Robin” (1997) e “Batman Eternamente” (1995). O primeiro tem uma trajetória importantíssima no SBT, mesmo antes de chegar à TV. Em 2 de julho de 1997, Joel Schumacher acompanhado de Chris O’Donnel estiveram no palco do “Programa Livre”, com Serginho Groisman, para divulgar o lançamento do filme nos cinemas. Ironia do destino, já que o contrato com a Warner só foi firmado em 1999, “Batman & Robin” viria a ser o filme que inauguraria o Cine Espetacular em 4 de abril de 2000, registrando 29 pontos de média contra 16 da Globo na oportunidade.

Batman & Robin também seria responsável por inaugurar (ou reinaugurar) uma outra sessão do SBT: a “Sessão Premiada”, sendo reprisado já em setembro daquele ano de 2000 e mesmo assim marcando 23 pontos de média na faixa da tarde!

Já “Batman Eternamente” não estreou no SBT (foi na Globo em 1998), mas chegou à emissora em 2003 e foi reprisado diversas vezes. E sua importância pode ser medida por ter sido o último filme com direção de Joel exibido pela emissora (20/08/2016, no Cine Belas Artes), pelo menos até o presente momento.

E vocês? Já viram filmes dirigidos pelo Joel Schumacher no SBT? Qual foi o seu preferido? Conta pra gente.

# Parceiros


#Facebook: SBTpedia

#Twitter