Erika Schneider, bailarina e modelo, conta tudo sobre antigo trabalho em emissora no The Noite desta terça-feira

O The Noite desta terça-feira (18) recebe Erika Schneider, dançarina profissional e modelo.

Erika era bailarina no ‘Domingão do Faustão’, onde permaneceu por oito anos. A modelo foi desligada do programa através de uma videoconferência, em janeiro de 2021.

Foto: Lourival Ribeiro/SBT
 
Danilo Gentili questiona se ela foi chamada para o novo programa na Band. “Chamou! Na verdade, o convite para Band veio junto com o convite da ‘Fazenda’, eu pensei bem e eu achei que o convite da ‘Fazenda’, nesse momento, seria uma oportunidade para as pessoas me conhecerem melhor, porque no ‘Domingão’ eu fiquei oito anos, eram muitas meninas, eram 50 meninas”, expõe Erika.

No momento, ela se dedica à sua própria marca de roupas, a “La Guapa”, produzindo diversas campanhas de moda e explica que recusar o convite do apresentador está ligado também ao seu empenho à marca: “Eu estou focando muito mais na minha marca, em outras coisas. Eu fiquei oito anos no ‘Domingão’, acho que foi incrível para mim, oito anos como bailarina. Nessa nova fase da minha vida, a gente sempre quer alçar novos voos”.

Após sua saída do dominical, a loira foi convidada para participar de ‘A Fazenda 13’, sendo a terceira eliminada. “Eu não entrei em um reality show para sair no início, eu entrei para ficar, para ganhar, para jogar”, declara Erika.

“Quando eu saí eu chorei muito, fiquei mal, tive uma crise muito grande de choro. Eu fiquei triste, porque eu queria entender o motivo de ter acontecido, de sair tão rápido. O que eu tinha feito de errado? Eu fiquei me culpando muito. Depois que eu saí, eu me senti muito acolhida pelas pessoas, muito carinho, muita gente falando: ‘você foi injustiçada, você não deveria ter saído' ”, finaliza a dançarina.

A entrevistada revela situações inusitadas quando trabalhava na emissora, como no primeiro dia de serviço, que teve sua ausência, já que ela pegou o voo errado e que muitos famosos deram em cima dela.

De pai alemão e mãe paraibana, Erika morou dois anos Alemanha, país onde ela fala a língua nativa. Ela também já foi chamada para ser destaque no carnaval do Rio de Janeiro por duas escolas de samba.

THE NOITE
Nesta terça, logo após o Cine Espetacular

# Parceiros


#Facebook: SBTpedia

#Twitter