Especialista em linguagem silenciosa, Ricardo Ventura é o convidado do The Noite desta quarta-feira

Com mais de 1 milhão de inscritos no canal “Não Minta para Mim”, Ricardo Ventura é o convidado desta quarta (27) no The Noite. O especialista em linguagem silenciosa afirma ser capaz de descobrir um mentiroso ‘a quilômetros de distância’ e analisa os assuntos que estão em evidência durante a entrevista. Analisando cenas do caso de repercussão nacional do anestesista que estuprou uma paciente durante o parto, afirma: “quando a delegada vai conversar com ele, o semblante dele está muito tranquilo. Isso que me despertou algumas curiosidades. Tranquilo, só está um pouco assustado, surpreso”. Danilo questiona se a calma é de um sociopata e ele responde: “eu acho que ele já estava no ponto de querer ser pego. Ele quer ser pego para aumentar a adrenalina”.

 Foto: Lourival Ribeiro/SBT

Ricardo comenta que as pessoas com transtorno obsessivo compulsivo diferem dos psicopatas por terem “um comportamento que você aprende”. Segundo ele “é um vício e você vai escalando esse vício. Normalmente, quando chega às vias de fato, começa pela pornografia. Tem muita gente que não dá a devida atenção para a pornografia. A pornografia é a porta de entrada. Não é que todo mundo que vai consumir a pornografia vai virar um psicopata, mas é a porta de entrada para que vá escalando esse desejo. Tem gente que vê pornografia todo dia e várias vezes ao dia. Faço um desafio: veja se você consegue ficar sete dias sem ver pornografia. É vício.”. Ventura cita outros casos famosos em que criminosos deixaram pistas na intenção de correrem o risco de serem capturados, como Ted Bundy e o Maníaco do Parque.

Com o programa “Linha de Frente” na Jovem Pan e lançando uma pós-graduação de linguagem silenciosa, responde se outros tipos de vício estão na mesma esfera de busca por adrenalina: “tem muitos esportistas, justamente de esportes radicais, que vão escalando, escalando e morrem”. Ricardo afirma também que muitos buscam a medicina e o direito como faculdades pela sensação de poderem decidir a vida de outras pessoas.

O convidado ainda analisa memes durante o papo, além de casos envolvendo famosos, como o de Johnny Depp e Amber Heard: "outros analistas dos Estados Unidos, não somente eu, começaram a falar que a agressão não foi contra ela, foi contra objetos. Depois se descobriu que esse dia (da filmagem), exatamente, foi quando ele descobriu que os empresários estavam roubando-o. Foi o dia que ele perdeu milhões e estava p. com os empresários e não com ela. Ela mentiu até para a advogada".

THE NOITE
Nesta quarta, logo após o Programa do Ratinho

# Parceiros


#Facebook: SBTpedia

#Twitter